Sugestão de Programas

DIA DA CRIANÇA


MENSAGEM AOS PAIS

"A criança aprende o que vive e vive o que aprende"

Se a criança vive sob crítica,
Ela aprende a condenar;
Se a criança vive sob hostilidade,
Ela aprende a brigar;
Se a criança vive ridicularizada,
Ela aprende a ser tímida;
Se a criança vive sob humilhação,
Ela aprende a sentir-se culpada;
Se a criança vive com tolerância,
Ela aprende a paciência;
Se a criança vive com encorajamento,
Ela aprende a ter confiança;
Se a criança vive com louvor,
Ela aprende a apreciar;
Se a criança vive com compreensão,
Ela aprende a justiça;
Se a criança vive com segurança,
Ela aprende a ter fé;
Se a criança vive com aprovação.
Ela aprende a gostar de si mesma;
Se a criança vive com aceitação e amizade,
Ela aprende a achar amor no mundo.


"Nós amamos porque Deus nos amou primeiro". Vamos ensinar as crianças o quanto Deus nos ama...

PROGRAMA: "Orando pelas Crianças do Brasil"

Objetivo desta programação: ensinar a orar pelas crianças de sua cidade, de seu estado e país, para que todas venham a conhecer o Senhor Jesus. Mostrar a cada criança que ela pode ser um missionário de Jesus no lugar onde mora.

Material:Faça um cartaz com o mapa do Brasil. Pinte o seu estado e marque o lugar onde fica a sua cidade.

1ª Parte - Parte devocional

  1. Cântico do Hino Nacional
    Entrada da bandeira do Brasil
    Desfile das crianças com bandeiras ou roupas que caracterizem os estados brasileiros

  2. Oração pelo Brasil

  3. Leitura e explicação do texto bíblico: Marcos 10. 13 -16

  4. Louvor - um grupo de crianças

  5. Usando o mapa do Brasil, fale com as crianças sobre alguns fatos interessantes de seu estado e de sua cidade, focalize as crianças, como vivem, a diferença entre as classes sociais, o que os governantes podem fazer, o que cada um de nós pode fazer.

  6. Necessidades de sua cidade
    Orar pelas crianças da sua cidade, do bairro e da rua onde reside - chamar uma criança para fazer a oração

  7. POESIA
    CRIANÇA
         (Beatriz Junqueira Accorsi)

    Criança doce e querida,
    Visão de amor e pureza!
    Do mundo és a esperança!
    És força, mesmo indefesa.

    Aos céus, minh'alma se eleva
    Ao contemplar-te, criança!
    Sorris, feliz, sem malícia:
    Dos anjos és a lembrança.

    Quem dera, tu só crescesses
    No corpo e mente, criança!
    E o coração teu, tão puro,
    Nunca sofresse mudança!

    Se te imitassem os homens,
    Na tua meiga pujança,
    Construiriam um mundo
    De Fé, de Amor, de Esperança!

    Criança doce e querida,
    Fico a te olhar com ternura,
    Querendo ser como tu,
    Assim tão simples, tão pura!

  8. Cântico coral pelas crianças

  9. Oração Final

2ª Parte - Parte Social

Brincadeiras com as crianças e, depois, gostoso lanche

Sugestão de Brincadeiras

1ª) CADEIRA QUENTE
Material necessário :
sala ampla, cadeiras e um aparelho de som.
Desenvolvimento: será formado um círculo com cadeiras, dando espaço entre uma e outra para facilitar o acesso das crianças. A quantidade de cadeiras deverá ser menor do que o número de crianças. Ao som de uma música, as crianças caminharão ao redor das cadeiras. De repente, a música será interrompida e todos deverão ocupar as cadeiras. As crianças que não conseguirem sentar, sairão da brincadeira. Uma ou duas cadeiras serão retiradas. Novamente, ao som da música, as crianças circularão e se sentarão quando a música cessar. A brincadeira continua, até que reste somente uma cadeira e será vencedora aquela criança que sentar na última cadeira.

2ª) O GATO E O RATO
Desenvolvimento: Duas crianças voluntárias assumirão os papéis de gato e de rato. De mãos dadas as crianças formam um círculo e devem dificultar a entrada ou saída do gato, facilitando o acesso do rato. Para iniciar o rato fica dentro do círculo e o gato fora. Quando o gato conseguir pegar o rato, outra dupla iniciará a atividade.

3ª) ESCONDER A VARINHA
Material necessário: uma varinha, um círculo grande desenhado com giz no centro da sala.
Desenvolvimento: A dirigente escolherá uma criança para ser a líder da brincadeira. Este líder terá a função de esconder uma varinha para que os demais participantes a encontrem. Todas as vezes em que alguém se aproximar da varinha, o líder dirá: "Está esquentando!" Todas as vezes que se afastarem, o líder dirá: "Está frio!" Quando alguém encontrar, dirá bem alto: "Fogo! Fogo!". Neste momento, todos deverão correr para entrar no círculo. O que achou a varinha, procurará tocar (NUNCA BATER) em alguém , antes que este entre no círculo. A criança que encontrou a varinha passa a ser o novo líder. Quem for tocado pela varinha, sairá da brincadeira. A brincadeira continua até que o grupo perca o interesse.

4ª) ACERTANDO O GOL
Material necessário: uma bola, uma trave pequena, uma venda para os olhos.
Desenvolvimento: O grupo será dividido em duas ou três equipes com igual número de participantes. Cada equipe escolherá um líder para ser o orientador. Uma equipe, de cada vez tentará fazer gol, procedendo da seguinte maneira: o líder escolhe um jogador de sua equipe e este, com os olhos vendados, chuta a bola tentando fazer gol, sendo orientado pelo companheiro líder. Vence a equipe que conseguir fazer mais gols. Dependendo da idade das crianças, a brincadeira poderá ser facilitada ou dificultada, aproximando ou afastando a trave de quem vai chutar.

5ª) DESENHANDO COM OS OLHOS VENDADOS
Material necessário: quadro-negro, giz, venda para os olhos
Desenvolvimento: Cada componente do grupo deverá ir ao quadro-negro com os olhos vendados e fazer um desenho de livre escolha ou sugerido pelo líder. Vence quem conseguiu desenhar melhor.

6ª) SOLTANDO BALÕES
Material necessário: balões (bolas de sopro) e pedaços de papel numerados. Uma lista numerada com perguntas bíblicas, tiradas das lições da Escola Dominical.
Desenvolvimento: A dirigente soltará os balões cheios, cada um contendo um pedaço de papel com um número. O número de balões precisa ser correspondente ao número de participantes. Cada um deverá pegar apenas um balão e estourá-lo. No entanto, terá que esperar a sua vez. A dirigente irá chamando as crianças, aleatoriamente ou por sorteio, e fará a pergunta consultando a lista que tem em mão. Cada criança terá dez segundos para responder, sob pena de pagar uma prenda se não conseguir responder corretamente.

Voltar para o índice

topo