Sugestão de Programas

PROGRAMA PARA O
DIA DA BÍBLIA

SÍNTESE HISTÓRICA

Grego, hebraico e aramaico foram os idiomas utilizados para escrever os originais das Escrituras Sagradas. O Antigo Testamento foi escrito em hebraico. Apenas alguns poucos textos foram escritos em aramaico. O Novo Testamento foi escrito originalmente em grego, que era a língua mais utilizada na época.

Estima-se que a primeira tradução da Bíblia foi elaborada entre 200 a 300 anos antes de Cristo. Como os judeus que viviam no Egito não compreendiam a língua hebraica, o Antigo Testamento foi traduzido para o grego. Porém, não eram apenas os judeus, que viviam no estrangeiro, que tinham dificuldade de ler o original em hebraico: com o cativeiro da Babilônia, os judeus da Palestina também já não falavam mais o hebraico.

Denominada Septuaginta (ou Tradução dos Setenta), esta primeira tradução foi realizada por 70 sábios e contém sete livros que não fazem parte da coleção hebraica, pois não estavam incluídos quando o cânon (ou lista oficial) do Antigo Testamento foi estabelecido por exegetas israelitas no final do Século I d.C. A igreja primitiva geralmente incluía tais livros em sua Bíblia. Eles são chamados apócrifos ou deuterocanônicos e encontram-se presentes nas Bíblias de algumas igrejas.

Outras traduções começaram a ser realizadas por cristãos novos, sendo a mais importante de todas a tradução na língua latina pela sua ampla utilização no Ocidente. No ano 382 d.C, o bispo de Roma nomeou o grande exegeta Jerônimo para fazer uma tradução oficial das Escrituras. Sua tradução tornou-se conhecida como "Vulgata", ou seja, escrita na língua de pessoas comuns ("vulgus"), e difundiu-se por todas as regiões do Mediterrâneo, alcançando até o Norte da Europa.

Na Alemanha, em meados do Século 15, um ourives chamado Johannes Gutemberg desenvolveu a arte de fundir tipos metálicos móveis. O primeiro livro de grande porte produzido por sua prensa foi a Bíblia em latim. Cópias impressas decoradas a mão passaram a competir com os mais belos manuscritos. Esta nova arte foi utilizada para imprimir Bíblias em seis línguas antes de 1500 - alemão, italiano, francês, tcheco, holandês e catalão; e em outras seis línguas até meados do século 16 - espanhol, dinamarquês, inglês, sueco, húngaro, islandês, polonês e finlandês.

No início do século 16, manuscritos de textos em grego e hebraico, preservados nas igrejas orientais, começaram a chegar à Europa ocidental. Uma pessoa de grande destaque durante este novo período de estudo e aprendizado foi Erasmo de Roterdã. Ele passou alguns anos atuando como professor na Universidade de Cambridge, Inglaterra. Em 1516, sua edição do Novo Testamento em grego foi publicada. Pela primeira vez estudiosos da Europa ocidental puderam ter acesso ao Novo Testamento na língua original, embora, infelizmente, os manuscritos fornecidos a Erasmo fossem de origem relativamente recente e, portanto, não eram completamente confiáveis.

Os originais da Bíblia são a base para a elaboração de uma tradução confiável das Escrituras. Porém, não existe nenhuma versão original de manuscrito da Bíblia, mas sim cópias de cópias de cópias. Todos os autógrafos, isto é, os livros originais, como foram escritos pelos seus autores, se perderam.
Hoje é possível encontrar a Bíblia completa ou em porções traduzida em mais de 2.000 línguas.

Os mais antigos registros de tradução de trechos da Bíblia para o português datam do final do século XV. Porém, centenas de anos se passaram até que a primeira versão completa estivesse disponível em três volumes, em 1753. Trata-se da tradução de João Ferreira de Almeida. A primeira impressão da Bíblia completa em português, em um único volume, aconteceu em Londres, em 1819, também na versão de Almeida.

O Dia da Bíblia surgiu em 1549, na Grã-Bretanha, quando o Bispo Cranmer, incluiu no livro de orações do Rei Eduardo VI um dia especial para que a população intercedesse em favor da leitura do Livro Sagrado. A data escolhida foi o segundo domingo do Advento - celebrado nos quatro domingos que antecedem o Natal. Foi assim que o segundo domingo de dezembro tornou-se o Dia da Bíblia. No Brasil, o Dia da Bíblia passou a ser celebrado em 1850, com a chegada, da Europa e dos Estados Unidos, dos primeiros missionários evangélicos que aqui vieram semear a Palavra de Deus.

Hoje, o dia dedicado às Escrituras Sagradas é comemorado em cerca de 60 países, sendo que em alguns, a data é celebrada no segundo domingo de setembro, numa referência ao trabalho do tradutor Jerônimo, na Vulgata, conhecida tradução da Bíblia para o latim. As comemorações do segundo domingo de dezembro mobilizam, todos os anos, milhões de cristãos em todo o País.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

BIBLIA - LIVRO DE DEUS (dramatização)

Personagens: FÉ (uma jovem, trajando longa túnica branca, no peito traz escrita a palavra FÉ); seis jovens (com vestes comuns, cada qual trazendo sua Bíblia e um cartaz), uma universitária.

Cenário: duas ou três cadeiras e uma pequena mesa. Em cima da mesa está uma Bíblia.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Universitária - (entra lendo uma revista secular) Que artigo interessante! (continua a folhear a revista) Ah! Já ia esquecendo de que prometi à professora da Escola Dominical ler a Bíblia diariamente. (apanha a Bíblia que está na mesa, deixando em seu lugar a revista) A Bíblia será mesmo a Palavra de Deus? Sou crente, mas o professor de Ciências diz que há tanta coisa errada na Bíblia... e meus colegas vivem zombando de mim, quando afirmo que Deus criou o mundo e tudo mais. Será que eles têm razão? (senta-se, pensativa).

- (entrando) Jovem universitária, não deixes que esmoreça a tua fé. A Bíblia é verdadeiramente a Palavra de Deus! Ela é o único guia para uma vida feliz e útil. É a luz que conduz os homens para a vida eterna. Para fortalecer tua fé, vou te apresentar seis provas de que a Bíblia é a Palavra de Deus. (estende o braço para a porta; um a um vão entrando os jovens, e se colocando ao lado da Fé)

1º jovem - A Bíblia é composta de 66 livros: 39 estão no Velho Testamento e 27 no Novo Testamento. Foi escrita por uns 40 homens, num período de mais de 1600 anos. Apesar de seus autores terem vivido em épocas diferentes, a mensagem central da Bíblia é uma só: "Deus deu o seu Filho para morrer por nós, a fim de nos salvar!" só há uma explicação para isto: os 40 autores foram homens inspirados por Deus. Este fato prova a UNIDADE da Bíblia. (levanta seu cartaz, onde se lê: UNIDADE)

2º jovem - Hoje é possível encontrar a Bíblia completa ou em porções traduzida em mais de 2.000 línguas. Nada de sua beleza e força se perdeu nessas traduções. A Bíblia adapta-se perfeitamente a todas as línguas, lugares, culturas e povos. A UNIVERSALIDADE da Bíblia prova que ela é a Palavra de Deus. (levanta seu cartaz, onde se lê: UNIVERSALIDADE).

3º jovem - Através dos séculos a Bíblia tem sido preservada. Os homens tentaram destruí-la e proibir sua leitura, todavia nem o fogo, nem a água, nem a crítica, nem o tempo, tiveram jamais o poder de exterminá-la. Ela tem resistido firmemente a todos os ataques. A PRESERVAÇÃO da Bíblia por cerca de 4.000 anos é prova de que ela é a Palavra de Deus (levanta seu cartaz, onde se lê: PRESERVAÇÃO).

4º jovem - A Bíblia é o livro mais vendido no mundo. Nunca nenhum outro livro, em todos os tempos, tem tido mais edições do que ela. As multidões jamais se cansam de lê-la e ouvir sua mensagem. Essa popularidade através dos séculos prova que a Bíblia é a Palavra de Deus (levanta seu cartaz, onde se lê: POPULARIDADE).

5º jovem - As profecias da Bíblia têm se cumprido fielmente. Basta lembrar as profecias sobre o nascimento, missão e morte de Jesus, que se cumpriram literalmente. Deus é o único que conhece o futuro. O cumprimento das profecias bíblicas é a prova de que a Bíblia é a Palavra de Deus (levanta seu cartaz - PROFECIA).

6º jovem - Deus usa a sua Palavra, a Bíblia, para transformar vidas e mudar corações. Não há um só problema da vida humana que não tenha resposta na Bíblia. Aqueles que obedecem as suas orientações, reconhecem que ela é o livro por excelência para todos os assuntos. Esse poder da Bíblia é prova de que ela é a Palavra de Deus (levanta seu cartaz - PODER).

- Estes e muitos outros fatos provam que a Bíblia é a Palavra de Deus. Firma o teu coração, jovem, nesta verdade. Ama a Bíblia e obedece aos princípios nela contidos. Serás feliz e abençoada, hoje e sempre.

(A moça universitária levanta-se, abre a Bíblia. A personagem Fé estende a mão sobre a Bíblia. Os seis jovens mantêm o cartaz erguido, enquanto um outro grupo coloca-se à frente e apresenta um cântico que fale da Palavra de Deus, ou um acróstico, ou uma poesia)

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .


ACRÓSTICO (Waldir J. Silva)
(13 pessoas, cada uma com uma letra em sua blusa e segurando a Bíblia com o braço erguido)

B - Eu sou o "B" da Bíblia Sagrada.
I - Eu sou o "I" do ide por todo o mundo, pregai o Evangelho.
B - Eu sou o "B" do Brasil gigante e forte do Chuí ao Oiapoque.
L - Eu sou o "L" de levai as boas novas de Jesus ao povo.
I - Eu sou o "I" de irmãos unidos levando a Bíblia ao mundo.
A - Eu sou o "A" de avançar sem recuar e a Bíblia levar.

S - Eu sou o "S" de Santidade.
A - Eu sou o "A" de Alegria.
G - Eu sou o "G" de Grandeza.
R - Eu sou o "R" de Resposta.
A - Eu sou o "A" de Arrependimento.
D - Eu sou o "D" de Divindade.
A - Eu sou o "A" de Amor.
- BÍBLIA SAGRADA! (Todos dizem em voz alta)

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

 

A Minha Bíblia (Tânia Carla)

Palavra de Deus ela é,
Inspirada pelo Espírito Santo.
A verdade sacrossanta vai levando
Aos homens de todos os cantos.

É maravilhoso ler a Bíblia
Pelas palavras que ela nos traz:
Conforto, consolo, reconhecimento de pecados,
Salvação em Cristo Jesus, a todos é eficaz.

A mensagem da Bíblia em todas é igual,
Apesar das traduções diferentes,
Mas quando leio na minha Bíblia,
Para mim ela se torna mais eloqüente.

Oh! Quanto amo a MINHA BÍBLIA!
Nela, o que procuro encontro com facilidade.
Quando em outras vou ler ou estudar,
Até achar o que quero, passo por dificuldades.

Por que será que isso assim acontece?
Ah! Já sei, toda marcadinha ela está,
Facilitando-me dessa forma,
O que desejo e preciso encontrar.

Creio que para todos os crentes,
Aqueles que suas Bíblias amam,
O mesmo segredo ocorre, pois
Nelas suas almas se derramam.

Obrigada,. Senhor, pela MINHA BÍBLIA,
De fato, somente nela eu sei ler.
As tuas palavras ali contidas,
Preenchem de gozo e alegria todo o meu ser!

Voltar para o índice

topo